Onze novos títulos de banda desenhada e de álbuns ilustrados portugueses irão chegar às livrarias polacas ainda este ano, graças ao apoio concedido pela DGLAB, Direção-Geral do Livro, Documentos e Bibliotecas, no âmbito do Programa de Apoio à Publicação.

Aqui está a lista de publicações apoiadas:

Druganoga:
Impossível de Catarina Sobral

Babaryba:
O protesto de Eduarda Lima

Wydawnictwo Dwie Siostry:
A guerra de José Jorge Letria e André Letria
Cá dentro de Isabel Minhós Martins, Maria Manuel Pedrosa e Madalena Matoso

Kinderkulka:
A ilha dos diabretes de Carla Maia de Almeida, Cristina Cunha Cardoso, Pedro Borrego e João Fazenda

Fundacja Tranzyt:
Horizonte de Carolina Celas
Nem todos os cactos têm pico de Joana Mosi

Timof Comics:
Andromeda de Zé Burnay
A selva de Filipe Abranches
Fado – estórias na noite de Filipe Pimentel

Mucha Comics:
Christine Meyer: Comer / beber de Filipe Melo e Juan Cavia

​No total, a DGLAB apoiará a tradução e edição no estrangeiro de 60 livros ilustrados e de BD, que tem como objectivo promover a internacionalização da ilustração e banda desenhada portuguesas. O apoio global a atribuir pela DGLAB é de € 84.900,00.

Estão envolvidos mais de 50 autores portugueses, Ana Seixas, André Letria, Afonso Cruz, Bernardo P. Carvalho, Gonçalo Viana, João Vaz de Carvalho, Madalena Matoso, entre outros. A área da banda desenhada conta com 16 projectos que envolvem autores como Filipe Melo, com o seu recente livro A balada de Sophie, Joana Mosi, Filipe Abranches ou Bruno Borges.